top of page

O poder da Manteiga de Murumuru

A Manteiga de murumuru é extraída da semente da palmeira espinhosa que nasce em terrenos bastante úmidos na Amazônia. Seu nome científico é Astrocaryum murumuru.

Essse é um fruto 100% brasileiro, encontrado em abundância na Amazônia. As sementes são muito semelhantes a do coco da praia. Quando estão bem maduros passam a ter uma coloração avermelhada. A manteiga extraída da poupa desta semente,tem a coloração branca com a vantagem de não rançar facilmente, pois é rica em ácidos graxos saturados de cadeira curta, com os ácidos láurico e mirístico. Devido a sua alta concentração destes ácidos graxos, a manteiga de murumuru pode substituir o silicone mineral perfeitamente em algumas formulações.

A manteiga de murumuru é apontada como o “óleo de argan” brasileiro, por conter grande poder de nutrição e hidratação.

Nos cabelos o murumuru promove reconstrução e sela os fios deixando-os com menos frizz e com muito brilho. Isso devido a a restauração da camada hidrofílica dos fios.

Na pele ele regula o equilíbrio hídrico e a atividade dos lipídeos da camada superficial da pele. Atuando como emoliente de altíssima qualidade, recupera a umidade a elasticidade da pele. A manteiga de murumuru protege a pele contra fatores externos oxidativos formando um filme protetor como silicone, sem prejudicar a troca de lipídios ou obstruir os poros da pele. A constituição desta manteiga faz dela um “protetor solar” natural ou seja ela proteje a pele e os cabelos das irradiações UV. (mas não vale passar manteiga de murumuru pelo corpo e ficar horas exposta ao sol, ok?) Além disso, oferece também propriedades anti-microbianas e anti-inflamatórias.

Devido a todas as propriedades citadas acima, várias marcas conceituadas já descobriram o murumuru e utilizam esta manteiga formidável em seus produtos. A seguir segue alguns exemplos: cremes anti sinais do Chronos (Natura), na linha “absolut control” (L`Oréal) e em batons do Tom Ford.

Ácidos graxos que compõem a manteiga de Murumuru

Ácido Láurico 40-50% Ácido mirístico 28-33% Ácido Palmítico 5-10% Ácido Esteárico 2-5% Ácido Oleico 5-10% Ácido Linoléico1-5%

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page